ódio pra quem?


acham que ódio é bradar e gritar pelos nossos direitos. se nos defendermos e resistirmos, estamos sendo também “intolerantes”.
pois eu chamo de ódio vocês ficarem em silêncio enquanto eu sofro machismo, enquanto o negro sofre racismo, enquanto o gay sofre homofobia e enquanto o pobre sofre opressão. é a intolerância sutil, que pode não berrar, mas que demonstra muito mais falta de amor e incapacidade de conviver em sociedade do que qualquer outra raiva manifestada.
digo que chamem do que quiser: de ódio, de intolerância, de comunismo ou qualquer outro nome que mascare a sua vontade de que não tenhamos espaço na sociedade.
o que importa é que o brasil tá acordando e ninguém mais vai parar de lutar. brancos, ricos, ou qualquer tipo de gente que se ache superior e não queiram se misturar, um aviso: só mudando de planeta, porque não vamos parar até termos a mesma dignidade que vocês.
e como diria pitty, “eu não volto pra cozinha, nem o negro volta pra senzala, nem o gay volta pro armário, o choro é livre e nós também.”

democracia!

sarita bruta

//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s