sinto que nasci com asas
daquelas bem grandes
a vontade de explorar
de conhecer
de buscar
de ser
e entender
é inerente.
mas já nem sei por onde andam minhas asas
trataram de cortá-las quando ainda estavam em formação
um dia lembrei delas
e quando toquei nas minhas costas, senti apenas
um cotoco de asa que já não servia mais
mas acho que ela entendeu o chamado porque voltou a crescer de um lado
uma dor insuportável
quase arreguei
e já tá renascendo do outro lado também
pense num desespero
mas é assim mesmo
tudo que é magnífico
dá medo
transmutar
dói
mas não dá pra voar sem virar

pássaro

Escrito por Sarita Deoli

Nordestina, advogada e graduanda em psicologia. Criou o Brutamor para falar sobre a natureza humana, seu tema preferido. Acredita no valor do autoconhecimento e do conhecimento em si. Tem mais esperança do que antigamente e insiste que não está aqui só de passagem. Sua matéria-prima é o amor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: