ser grande e ser nada

sempre me disseram que eu estava destinada a ser algo grande. maior que eu e que a minha vontade.
no início eu acreditei, me achava especial.
depois eu percebi que nada de grande acontecia e que todas essas pessoas estavam simplesmente enganadas.
quando eu olho para mim, vejo potencial em muitas coisas mas parece que não nasci com o dom de usar, sabe? e sem ativar, de nada vale capacidade alguma.
mas continuam me dizendo que há algo maior para mim. a última vez foi ontem depois do reiki. alguns também falam que há um determinado impedimento que me segura para não atingir todo esse brilho. e tenho que reconhecer que eles sempre acertam quando falam o que é.
só que, no fim, penso que é minha escolha aceitar essa sombra, pois, sou eu quem decido me apegar ao aqui e agora ou deslanchar.
a verdade é que ainda tenho muito medo. não sei nem direito do quê. eu tenho um misto de querer tudo certinho e ao mesmo tempo não querer. uma vida sossegada versus agitada.
será que eu sou a única com toda essa dualidade?
todos os caminhos me seduzem, e, ao mesmo tempo, me entediam.

um dia tenho certeza, dez dias nunca nem vi.

será que ser grande é algo parecido com ser nada?

sarita bruta

//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s