que egoísmo, né?

estabilidade é massa. zona de conforto dá uma paz. mas qual a graça? será que tá bom mesmo essa vida sem movimento, sem emoção, sem fazer o que você realmente quer?
até que ponto vale ficar na mesmice só por medo de tomar uma queda dando pirueta?
não precisa sair por aí desvairado, equilíbrio também é recomendável. mas você vai ficar parado mesmo aí, seguindo a convenção da sociedade? convenção muito ultrapassada, inclusive.
qual o limite de deixar de lado as coisas que te dão prazer, que te fazem feliz e as ideias que você acredita?
será que não dá mesmo pra mudar nada aí ou você tá só com preguiça de levantar a bunda do sofá e preocupado com o que os outros vão pensar?
a gente pensa, pensa, pensa, mas as coisas só começam a andar quando a gente começa a praticar. tantos planos, tantos sonhos, pra que? pra arquivar numa gaveta bonita e decorada?
tanta gente precisando desses tantos e você guardando pra si…
que egoísmo, né? com você, com o mundo.

sarita bruta

//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s